Seu Canal de Notícias no Cone Sul de Rondônia

Seu Canal de Notícias no Cone Sul de Rondônia

Pages

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Rolim de Moura sedia 5ª etapa do Velocross


 
Pilotos de todo o estado de Rondônia se concentraram em Rolim de Moura nos dias 09 e 10 de julho (sábado e domingo) para a 5ª Etapa do Campeonato Estadual de Velocross. Embaixo de muito sol, mais de 1.000 pessoas acompanharam o evento, ocorrido na Pista do Balneário Municipal, onde a entrada era um quilo de alimento não perecível.
De acordo com o Bombeiro Militar Adriano Kroetz, organizador local, a etapa ocorreu conforme planejada, sem ocorrências graves. “Foi um dia tranqüilo para os pilotos, que proporcionaram uma grande festa ao público que se deslocou para acompanhar o evento com teor solidário, tendo em vista que os alimentos recebidos serão doados às Entidades que trabalham com crianças carentes no município”, enalteceu.
Com disputas em cinco categorias, a 5ª Etapa foi encerrada com saldo positivo na visão do presidente da Federação de Motociclismo de Rondônia (FMR), Reinaldo Selhorst, que destacou a contribuição do município. “Rolim de Moura tem tradição na realização de bons eventos, oferecendo uma infra-estrutura admirável, o que auxiliou no sucesso do evento. Fechamos mais uma etapa com chave de ouro e devemos isso ao apoio que recebemos”, conta Selhorst.
Toda a pista foi trabalhada para receber as provas, aproveitando o antigo traçado, que já seguia um circuito mais técnico, com foco na competitividade, mas preservando a segurança dos pilotos e expectadores.
Venceram a 5ª etapa do Campeonato Rondoniense de Velocross, os pilotos Felipe Carvalho, de Rolim de Moura (categorias 230cc e força livre), Herico Flores, de Alta Floresta d’Oeste (categoria 150cc), Evandro Bucioli, também de Rolim de Moura (categoria Senior) e Josimar Dias, de Cacoal (categoria 100cc). A próxima etapa está prevista para ocorrer em São Francisco do Guaporé, nos dias 23 e 24 de julho.

Falta de apoio
Mesmo estando entre os melhores durante o Campeonato 2011, Herico Flores, líder em sua categoria, destaca que não é fácil ser piloto em Rondônia. Segundo ele, o apoio é baixo e a modalidade requer muito investimento. “Mesmo liderando, por várias vezes pensei em abandonar a competição. Minha motocicleta está quebrada, sem a quarta marcha, e corro com ela mesmo assim. Não sei até quando vou aguentar, meu pai se esforça para me ajudar a não desistir, contudo, os contratempos nos fazem desanimar”, desabafou o jovem piloto.
Em conversa com o Presidente da Federação, ele disse que os pilotos devem aproveitar o bom momento no Campeonato para obterem mais apoio durante as competições.

Fabiana Cortez/ Diário da Amazônia/Rolim de Moura

1 comentários:

DISK-ELETRICISTA disse...

OLÁ FABIANA !!
SEU BLOG TA LEGAL

Postar um comentário